Pular para o conteúdo
Exclusivo GiroNews
Imagem em destaque

As tendências de pagamentos no varejo brasileiro

Mercado em Transformação

O Brasil vem passando por uma renovação no que se refere aos meios de pagamento. Com a tecnologia cada vez mais presente em diversas áreas, as soluções digitais ganham notoriedade neste mercado. "Vem acontecendo uma visível redução na emissão física de cartões. Existe toda uma tendência voltada para a sustentabilidade, para que as empresas diminuam cada vez mais o uso de plástico e migrem para um pagamento em digital, por isso a importância do QR Code e Pix, por exemplo", analisa Giuliana Cestaro, Diretora de Produtos E-commerce da Fiserv Brasil, especializada em meios de pagamento e tecnologia financeira, em entrevista exclusiva ao Jornal Giro News. Em relação ao futuro do varejo, as principais alavancas são os pagamentos digitais e instantâneos.

Aplicação de Novas Ferramentas
Em operação desde 2020, o Pix ainda está sendo implementado em algumas instituições financeiras. "Estamos implementando o Pix na Caixa, que até então não contava com esse serviço", explica Giuliana. Atenta à crescente adesão da modalidade, que movimentou cerca de R$ 10,9 trilhões em 2022, a Fiserv planeja acelerar soluções potencializadas pelo sistema de pagamentos instantâneos. "Nossa intenção é ampliar cada vez mais nosso portfólio de soluções das adquirências, além de outras adquirências novas que estão por vir ao longo do ano, e também a parte de omnicanalidade, que tem um grande potencial agregado ao Pix", complementa a diretora. Outro foco são as demais opções de pagamentos através de celulares, para além do Pix. Segundo a executiva, a Fiserv tem trabalhado no ramo de integração com autorizadores diversos, como QR Codes e Wallets, que vêm se mostrando como braços importantes de pagamento no Brasil.

Operação em Crescimento
Dado o cenário de digitalização, a empresa segue com foco em serviços como a plataforma de emissão de cartões, que tem sido consolidada através da captação de novos clientes, e a operação de adquirência. "Prestamos o nosso serviço de adquirência para a Caixa, para o Sicredi, além de outros players que nos contratam e oferecemos os serviços de ponta a ponta", detalha a diretora. Em 2019, a Fiserv adquiriu a Software Express e, desde então, tem investido em soluções voltadas para clientes de médio a grande porte.

24/03/2023

Compartilhar

Notícias em destaque