Pular para o conteúdo
Imagem: Food service segura repasse de preços pelo 6º mês consecutivo

Em junho, o setor de bares e restaurantes reteve o repasse de preços ao consumidor pelo 6º mês seguido, de acordo com a Abrasel. A entidade destaca que o preço da alimentação fora do lar aumentou 0,37% em junho, mesmo com o avanço de 0,44% no índice dos alimentos e bebidas.

12/07/24

Imagem: Consumo nos lares brasileiros sobe 6,52% em maio

O consumo nos lares brasileiros cresceu 6,52% no último mês, na comparação com abril, de acordo com o monitoramento da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em relação a maio do ano passado, o indicador registrou alta de 2,16%.

28/06/24

Imagem: Eletroeletrônicos têm deflação de 5,3% em junho

Os preços dos produtos eletroeletrônicos vendidos no e-commerce brasileiro tiveram queda de 5,3% em junho de 2024, na comparação anual. De acordo com o Índice Fipe/Buscapé, a tendência de redução nas quedas anuais se mantém, sendo a menor dos últimos 14 meses.

15/07/24

Imagem: Preço do arroz acumula alta de 6,69%

O preço do arroz subiu 6,69% neste ano, segundo dados da Apas (Associação Paulista de Supermercados) e da Fipe. Em maio, a alta foi de 0,72%. "A tragédia climática que atingiu o Rio Grande do Sul poderá afetar ainda mais o preço do arroz nos próximos meses", afirma Felipe Queiroz, economista-chefe da Apas.

24/06/24

Imagem: Preços de eletroeletrônicos caem 6,2% em maio

Com monitoramento de 47 categorias de eletroeletrônicos, o Índice de Preços Fipe/Buscapé caiu pelo quinto mês consecutivo, com recuo de 0,81% em maio. Na base anual, o segmento teve queda de 6,2%. Os destaques de deflação foram registrados em celulares (-13,7%), informática (-10,6%) e áudio e vídeo (-6,6%).

17/06/24

Imagem: Carnes bovinas puxam deflação nos supermercados

As carnes bovinas tiveram uma deflação de 0,70% nos supermercados de São Paulo em fevereiro. No acumulado dos últimos 12 meses, a queda é de 11,43%, segundo o Índice de Preços dos Supermercados, elaborado pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) em parceria com a Fipe. Os destaques com maiores reduções no mês foram: fígado (-9,43%), filé mignon (-6,40%), fraldinha (-5,44%), contrafilé (-4,82%) e picanha (-4,04%). "A redução no preço das proteínas bovina e suína contribuiu para deflação de 2,67% na categoria de produtos semielaborados nos últimos 12 meses", explica Felipe Queiroz, economista-chefe da APAS.

19/03/24

Imagem: Marcas driblaram alta de 29% nos preços de panetones com gramaturas menores

O preço do panetone aumentou 29,3% por quilo em 2023, enquanto o valor por unidade teve alta de 3,3%. A inflação foi registrada em todas as regiões brasileiras, com destaque para o Sudeste, onde o valor subiu 36,3% em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, e 28,8% em São Paulo. As informações, obtidas com exclusividade pelo Jornal Giro News, foram levantadas pela Scanntech, empresa de inteligência de dados para o varejo. A escalada de preços fez a indústria investir em embalagens menores e os supermercadistas ampliarem suas apostas em panetones de marca própria, buscando viabilizar as vendas sazonais.

16/01/24

Imagem: Preços mundiais de alimentos fecham 2023 com queda de 10%

O índice mundial de preços de alimentos registrou queda de 10,1% em dezembro de 2023, na comparação com o ano anterior. Em relação a novembro, houve redução de 1,5%. Segundo a agência de alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU), dentre os fatores que impulsionaram o desempenho, está o forte ritmo de produção no Brasil. No acumulado de 2023, o índice de preços ficou 13,7% abaixo dos níveis do ano anterior, com apenas o açúcar registrando valores mais altos durante o período. As maiores quedas de preços ocorreram nos óleos vegetais, com -32,7% de janeiro a dezembro.

08/01/24

Imagem: Canal alimentar inaugura 306 lojas pelo país

De janeiro a outubro, 306 lojas foram abertas no canal alimentar no Brasil e outras 267 foram reinauguradas. Os principais formatos para expansão são os supermercados (185) e os atacarejos (121), segundo informações da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). O setor acumula crescimento de 2,64% em vendas no ano, na comparação com o mesmo período de 2022. Em outubro, a alta foi de 2,89% em relação a setembro, após dois meses de crescimento na casa de 0,80%. Sobre o mesmo mês do ano passado, houve incremento de 0,61%.

01/12/23