Pular para o conteúdo
Imagem em destaque

Cesta básica tem alta de até 6,8% em capitais

Preços Sobem em Outubro

O valor médio da cesta básica de alimentos subiu em outubro, em relação ao mês anterior, em 6 das 8 capitais analisadas pela plataforma Cesta de Consumo HORUS & FGV IBRE. O aumento no valor foi de 0,2% a 6,8% e, nas capitais onde houve queda, foi de -1,9% até -0,6%. Segundo a empresa, a alta pode estar relacionada ao aumento no preço do diesel, usado em transportes para frete de mercadorias, e às mudanças climáticas, que impactam a produtividade das lavouras. No entanto, nos últimos 6 meses, a queda no valor da cesta básica chega a -9,0%.

Análise por Cidades
As cidades que registraram as maiores altas foram Rio de Janeiro e São Paulo, com 6,8% e 1,4%, respectivamente. Já Fortaleza e Belo Horizonte foram as cidades em que houve redução no preço médio, de -1,9% e -0,6%, respectivamente. A cesta mais cara continua a ser a do Rio de Janeiro (R$ 887,33), seguida pelas de São Paulo (R$ 795,50) e Salvador (R$ 688,11). Por outro lado, as capitais Belo Horizonte (R$ 594,77), Manaus (R$ 637,42) e Brasília (R$ 670,20) registraram os menores valores.

Análise por Produtos
Dos 18 produtos considerados na cesta básica HORUS & FGV IBRE, 2 registraram aumento no preço em todas as regiões: arroz e frango. Por outro lado, alguns produtos tiveram queda em quase todos as capitais, com destaque para os ovos e o leite UHT.

Imagem: Freepik

14/11/2023

Compartilhar

Notícias em destaque