Pular para o conteúdo
Imagem em destaque

Shoppings processam Polishop após medida cautelar para negociar dívidas

Crise Financeira

Administradoras de shopping centers como General Shopping, Iguatemi e Allos entraram com ações judiciais contra a Polishop, após a varejista ter buscado medida cautelar na Justiça para tentar negociar suas dívidas com credores. Antes de a empresa entrar com o pedido de tutela antecipada, já existiam oito ações de shoppings e duas ações de fornecedores e de uma seguradora de crédito. Dentro desse grupo, a maior dívida cobrada judicialmente é da Philips Domestic Appliances, no valor de R$ 16,4 milhões. Após a entrada da ação com pedido de liminar, em São Paulo, entraram quatro ações de execução de título ou ação monitória, que pedem cobrança de dívidas, por parte de administradoras ou controladoras de shoppings.

No caso da General Shopping, são dois processos requeridos por suas duas administradoras de imóveis, no valor total de R$ 1,5 milhão. Na Iguatemi, a ação envolve o condomínio Esplanada Shopping Center, em Sorocaba (SP), no valor de R$ 255 mil. Na Allos, a dívida de R$ 10 mil se refere à multa que é devida ao Condomínio Shopping Parque Dom Pedro, em Campinas (SP).

15/04/2024

Compartilhar

Notícias em destaque