Pular para o conteúdo
Imagem em destaque

Consumo dentro do lar cresce 8,5% em volume

Shoppers Substituem Marcas

Na comparação entre o primeiro trimestre de 2022 e o mesmo período de 2023, houve alta de 21,2% no valor das compras, 9,9% em unidades e 8,5% em volume, segundo informações do "Consumer Insights 2023", levantamento produzido pela Kantar. O estudo mostra que o consumidor consolida a migração para marcas mais acessíveis. Isso porque os produtos econômicos foram os que sofreram menor variação de preços entre março de 2022 e o mesmo período deste ano. Enquanto o preço médio por unidade de marcas econômicas variou +9,4%, os produtos premium sofreram alteração de +17,9% e os mainstream de +16,5%.

Consumo por Idade
As marcas econômicas são mais consumidas pelo público jovem. 16,4% dos brasileiros de até 29 anos de idade adquirem produtos desse tipo - maior porcentagem entre as faixas etárias estudadas pela Kantar. Enquanto isso, as pessoas acima de 50 anos de idade são as que mais compram itens premium (17,6%).

Desempenho por Categoria
As commodities cresceram 8,5% em unidades e 2% em ocasiões nos carrinhos dos brasileiros. O destaque fica com leite UHT, óleo de soja e açúcar. Outra categoria que ganhou relevância foi a mercearia salgada, que cresceu 14,8% em unidades e 6% em ocasiões. Salgadinhos, massas tradicionais e massas instantâneas foram os maiores destaques. Enquanto isso, a mercearia doce apresentou alta de 9,8% em unidades e 8% em ocasiões. Biscoitos, chocolates e creme de leite foram as principais contribuições.

05/06/2023

Compartilhar

Notícias em destaque