Pular para o conteúdo
Exclusivo GiroNews
Imagem em destaque

Startup Mira Expandir Last Mile em 24 Comunidades

Entrega naPorta Sem Restrições

Destaque Startup Mira Expandir Last Mile em 24 Comunidades
Destaque Startup Mira Expandir Last Mile em 24 Comunidades

Texto: Júlia Pestana

A dor de fazer uma compra e o pedido não ser entregue na porta é experienciada por um terço dos moradores de favelas, segundo um levantamento feito pela naPorta. A lacuna no serviço também foi sentida por Sanderson Pajeú, fundador e CEO da startup. "Eu não recebia as encomendas, mas quando resolvi empreender e ir atrás da solução, as transportadoras diziam que era a área 2 ou com restrição de risco", conta o executivo, em entrevista exclusiva ao Jornal Giro News. Na intenção de resolver este problema, a naPorta efetua o serviço de entregas de regiões não atendidas pelo setor de logística tradicional. Atualmente, a empresa realiza 500 entregas por dia e tem seis pontos de distribuição no Rio de Janeiro. "As transportadoras deixam as encomendas no nosso ponto de apoio e os entregadores fazem a coleta e a distribuição dentro da comunidade."

Parceria com a Onedoor
A startup também conta com o braço tecnológico e logístico da Onedoor. "O orquestrador logístico faz a roteirização de visão por entregador e por área de entrada, além do trackeamento do pedido para o consumidor final", explica Parsival Araujo, cofundador e CEO da Onedoor. Mesmo sendo uma empresa B2B, Araujo destaca a importância da transparência na categoria de "last mile" e a jornada de compra ao receber uma mensagem para acompanhar o percurso do pedido, algo antes impensável para quem possui "restrição de CEP". Neste ano, a naPorta planeja chegar a 22 comunidades no Rio de Janeiro e duas em São Paulo, além de ultrapassar 20 mil entregas por mês. Alguns parceiros da naPorta são Casa Vídeo, Riachuelo, Mercado Livre, Renner e iFood.

Endereço Digital
Além de efetivar a entrega dos pedidos, a empresa entende que a missão é gerar renda para aqueles que compõem a comunidade e, futuramente, um endereço digital para quem não tem CEP. "A partir da geolocalização e do georreferenciamento, é possível mapear a comunidade e dar mais efetividade no endereçamento", elucida Pajeú, CEO da naPorta. Assim, com o detalhamento dentro do sistema da Onedoor, o orquestrador iria conseguir fazer uma entrega não mais baseada em ruas, mas sim em vielas, becos e escadarias, além de cidades do interior, zonas rurais e comunidade ribeirinhas. Para 2022, as metas da Onedoor são triplicar o faturamento e atingir até 20 milhões de pedidos atendidos por mês.

18/05/2022

Compartilhar

Notícias em destaque