Pular para o conteúdo
Imagem em destaque

Azeite tem inflação de 50% no mercado brasileiro

Preço Chega a R$ 30

O preço do azeite registrou alta de 50% no Brasil em dois anos, passando de R$ 20 em julho de 2021, para R$ 25 no mesmo mês de 2022 e chegando a R$ 30 neste ano. Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O aumento reflete um cenário internacional, no qual o preço do produto subiu 100% na Europa. O continente, que é responsável por cerca de 70% da produção do azeite de oliva consumido no mundo, tem passado por sucessivas quebras de safras devido a um período de seca iniciado em 2018 e que se agravou em 2022. Segundo previsões da Filippo Berio, marca italiana de azeite importada pela Diretto, com isso, o preço do produto ao consumidor deve atingir a faixa entre R$ 40 e R$ 50.

Neste cenário, as importadoras têm reforçado suas estratégias em outras categorias de produtos. "Azeite é nossa categoria de maior relevância em faturamento. Nos últimos 3 anos, desenvolvemos novos parceiros de negócios em categorias como molhos prontos, massas, granolas e biscoitos. Isso contribui para que a gente ofereça um portfólio premium mais amplo ao mercado e nos protege contra as incertezas do mercado de azeites", afirma Rafael Marchiote, sócio da Diretto Importadora. Segundo a empresa, para o próximo ano, é esperada uma safra de azeites com volume similares aos disponíveis em 2023, fazendo com que os preços para 2024 se estabilizem em patamares similares aos do final desse ano.

05/09/2023

Compartilhar

Notícias em destaque