Pular para o conteúdo
Imagem destaque: Shopee ultrapassa Shein em número de downloads e marketplaces asiáticos acirram concorrência no Brasil
Créditos: Divulgação

Shopee ultrapassa Shein em número de downloads e marketplaces asiáticos acirram concorrência no Brasil

 Nos últimos 12 meses, a Shopee ultrapassou a Shein em número de downloads, se tornando o segundo aplicativo de compras mais baixado no país, atrás apenas do Mercado Livre, em primeira posição, segundo a ferramenta de pesquisas de mercado AppMagic. Em abril de 2023, a Shein estava liderando o número de downloads no Brasil, mas perdeu o posto em novembro. Entre abril de 2022 e março de 2023, o tráfego da chinesa no país triplicou, mas nos 12 meses seguintes, houve queda de 20% nas visitas online. Em uma avaliação feita pelo BTG Pactual, os marketplaces Shein e Shopee conseguiram incorporar estratégias locais de varejo que trouxeram resultados persistentes. A Shein ultrapassou R$ 15 bilhões no Brasil no ano passado, enquanto a Shopee alcançou cerca de R$ 20 bilhões. Para comparação com as companhias de moda brasileiras, o faturamento da Shein no Brasil é mais que o dobro de empresas como Renner (R$ 2,2 bilhões), C&A (R$ 1,4 bilhão), Arezzo (R$ 1,4 bilhão) e Hering (R$ 300 milhões). 


Chineses acirram concorrência 

 Os marketplaces asiáticos estão dominando as vendas online no país e os últimos meses têm sido de mudanças no mapa do varejo eletrônico nacional. O mercado ainda espera a entrada da Temu no Brasil, gigante chinesa do comércio eletrônico. A empresa ultrapassou a Shein e a Amazon e, desde de maio de 2023, tem sido o aplicativo de compras mais baixado no mundo. 



24/04/2024

Compartilhar

Notícias em destaque