Pular para o conteúdo
Imagem em destaque

Estudo Revela Nove Tendências para Alimentação

Novo Cenário de Consumo

Destaque Estudo Revela Nove Tendências para Alimentação
Destaque Estudo Revela Nove Tendências para Alimentação

Nove tendências devem nortear o futuro do consumo de alimentos. São elas: frescor, saúde, gosto, conveniência, estilo de vida ético, transparência, experiência, personalização e artesanal. As tendências foram identificadas pelo estudo "Taste Tomorrow", realizado pela Puratos, fabricante de produtos para panificação, confeitaria e chocolate, em 44 países, incluindo o Brasil. Segundo a pesquisa, a pandemia trouxe novos hábitos aos consumidores, que passaram a priorizar alimentos frescos, saudáveis, de origem local e produzidos artesanalmente. Informações claras nos rótulos e facilidade no momento de fazer o pedido também ganham destaque entre as novas exigências.

Compras Online
Para Vitor Campos, Diretor de Marketing da Puratos, a pandemia acelerou ainda mais o comportamento do consumidor, que já vinha mudando rapidamente. "O estudo Taste Tomorrow 2021 identificou, por exemplo, que hoje 44% dos brasileiros já compraram pães de forma online, enquanto em 2018 este número era de apenas 26%. Já para confeitaria, principalmente impulsionada pela venda de bolos online, esse número chega a 54% dos brasileiros, contra apenas 32% em 2018." O total de pessoas que fazem bolo em casa pelo menos uma vez a cada duas semanas passou de 21% em 2018 para 29% este ano.

Redução no Consumo
No estudo, também foi observada uma redução na frequência de consumo de algumas categorias. "Enquanto em 2018, 85% dos brasileiros afirmavam comer pães pelo menos uma vez por semana, esse número caiu para 81%. Biscoitos e cookies sofreram redução de 49% para 41% no período. Já doces e confeitaria monoporção cresceram em frequência, de 28% em 2018 para 41% este ano." Apesar da redução, o Brasil continua sendo o país da América do Sul com a maior frequência de consumo de pães e, por isso, deve chamar a atenção de grandes indústrias de panificação, afirma o diretor. "É a hora de apostar em produtos com propostas de fermentação natural e adição de grãos e sementes, que são identificados pelo consumidor como saudáveis e gostosos", conclui Vitor.

30/09/2021

Compartilhar

Notícias em destaque