Pular para o conteúdo
Imagem em destaque

Grandes players investem em maior capacidade logística para acelerar entregas na Black Friday

Conveniência do Consumidor

Para acompanhar o movimento e a conveniência do consumidor em uma das datas mais esperadas do varejo - a Black Friday -, os grandes players do mercado estão investindo fortemente em logística. Segundo um levantamento feito pela Confi.Neotrust, encomendado pelo Mercado Pago, a otimização logística tem sido destacada como atributo chave no momento da compra. Para 75% dos entrevistados, o frete gratuito é um atrativo na hora de fechar o pedido, sendo que 1 em cada 3 consumidores veem a entrega rápida como fator decisivo de compra. Para o Mercado Livre, a estratégia é cada vez mais trazer uma experiência de 'quase loja física' para o consumidor com as entregas rápidas.

Em meados de outubro, a plataforma de e-commerce anunciou a primeira operação do sexto cargueiro, uma nova rota para Salvador, fortalecendo a logística no estado da Bahia. Ao todo, são cinco aeronaves cargueiras que estão em operação, realizando o transporte de produtos para as bases de Brasília, Fortaleza, Recife, São Luís, Manaus, João Pessoa, Teresina e Porto Alegre. A empresa conta também com 12 CDs espalhados pelo país que darão suporte à alta demanda na Black Friday.

Operação Black Friday
A Amazon também investiu em logística para a data, além de abrir cerca de 6 mil postos de trabalho temporários. Em conjunto com seus parceiros, passou de 14 estações de entrega em 2022, para 62 unidades neste ano, junto a 10 CDs espalhados do Nordeste ao Sul para agilizar suas entregas em todo território nacional. Mesmo com as dificuldades enfrentadas desde o pedido de recuperação judicial, a Americanas está apostando na multicanalidade para a Black Friday deste ano. Além de reforçar a operação com a contratação de mais de 7 mil colaboradores temporários para as lojas físicas e centros de distribuição, a varejista aumentou em 110% o volume de frota em relação a um período normal e dobrou a frequência diária de expedição de sortimento para garantir o abastecimento das mais de 1.600 lojas em todo o país.

Modelo fullfiment
Além de outras varejistas como Mercado Livre e Amazon já utilizarem esse formato de operação, o Magalu inaugurou o fullfiment no ano passado, implementando o modelo em sete dos 22 centros de distribuição da companhia. E para esse ano, a modalidade vem recebendo investimento para ser a principal ferramenta da Black Friday. Com essa estratégia, a empresa espera aumentar em sete vezes o volume de pedidos, se comparado com o mesmo período do ano passado. Ao reforçar esse pilar, que ajuda a reduzir o prazo de entrega, o Magalu pretende cada vez mais aumentar o volume de produtos com prazos menores de entrega.

24/11/2023

Compartilhar

Notícias em destaque