Pular para o conteúdo
Imagem: Vendas no Dia das Crianças devem movimentar R$ 8,4 bilhões no varejo

Para o Dia das Crianças, o comércio varejista espera somar R$ 8,44 bilhões em vendas neste ano. O número corresponde a uma alta de 1,2% em relação ao desempenho do ano passado, e já desconta a inflação do período. É o que revela a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Se for confirmada essa projeção, as vendas devem superar o nível pré-pandemia, quando as vendas alcançaram R$ 8,42 bilhões. Em 2022, o setor movimentou R$ 8,34 bilhões. Segundo a CNC, o Dia das Crianças é considerado a terceira data mais relevante do calendário do varejo nacional, ficando atrás apenas do Natal e do Dia das Mães, em volume de venda.

05/10/23

Imagem: E-commerce puxa alta do varejo no Dia das Crianças

As vendas do varejo aumentaram 1,1% na semana do Dia das Crianças, entre os dias 06 e 12 de outubro, na comparação com o mesmo período de 2022. Segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), o e-commerce foi destaque, com alta de 5,5%. Já as vendas em lojas físicas subiram 0,7%. O segmento de Turismo e Transporte impulsionou o desempenho na data, com 9,8% de crescimento em faturamento. Na sequência, estão Recreação e Lazer (6,5%) e Móveis, Eletro e Departamento (3,5%). Já o segmento de Brinquedos teve queda de 4,7% em relação ao ano passado, assim como Vestuário e Artigos Esportivos (-3,3%).

16/10/23

Imagem: E-commerce deve faturar R$ 5,95 bilhões no Dia das Crianças

O Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, deve gerar R$ 5,95 bilhões de faturamento para o e-commerce, crescimento de 8% na comparação com o ano anterior. A estimativa, realizada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), leva em consideração os 14 dias que antecedem o evento. "A participação do comércio eletrônico na data segue crescendo, impulsionada pelas ofertas e pelo aumento do público on-line a cada ano", ressalta Mauricio Salvador, presidente da ABComm. De acordo com a entidade, a participação do e-commerce deve ultrapassar 40% das vendas.

28/09/23

Imagem: Haribo aumenta investimento no PDV em 30% em outubro

A marca de candies Haribo prevê aumentar em 30% o investimento em materiais que ampliam a visibilidade nos pontos de venda em outubro. Segundo a Pesquisa de Hábitos e Consumo, conduzida pela Haribo em parceria com a IPSOS (Especialista em Pesquisa de Mercado e Opinião Pública), o Dia das Crianças está entre as principais sazonalidades de consumo da categoria de balas. As apostas para esse ano são os produtos que mais têm saída da marca, como: balas de gelatina ursinhos de ouro, dentinhos, letrinhas, minhocas de gelatina Wummis, além das linhas de produtos Barbie e Hot Wheels.

27/09/23

Imagem: Kinder prepara ativações para o Dia das Crianças

Neste ano, a Kinder, marca da Ferrero, realiza o maior investimento de sua história para a campanha de Dia das Crianças, com o lançamento do movimento "A surpresa de uma criança vale muito" em todo o país. Com o objetivo de impactar 115 milhões de consumidores, a estratégia inclui ativações em 18 mil pontos de venda, comunicação 360°, parcerias com influenciadores e cashback de até R$ 20 para os consumidores. "Queremos tornar essa a maior campanha de Kinder no Brasil e incluir a data do Dia das Crianças.

20/09/23

Imagem: Dia das Crianças deve movimentar R$ 8,13 bilhões

O varejo brasileiro deve movimentar R$ 8,13 bilhões em vendas para o Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro. Segundo projeção da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o valor representa retração de 3,1% em relação ao ano passado, quando a soma foi de R$ 8,39 bilhões. "O varejo chega à terceira data comemorativa mais importante do seu calendário, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães, com a circulação de consumidores já normalizada em relação ao Dia das Crianças anterior à pandemia de covid-19", afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

30/09/22