Pular para o conteúdo
Imagem: Varejo farmacêutico cresce 4,19% em faturamento

Em 2023, a quantidade de clientes do varejo farmacêutico brasileiro aumentou 7,10%, enquanto o gasto médio do shopper teve uma escalada de 6,36%. Com isso, o setor elevou seu faturamento em 4,19%, segundo dados do Shopper Report Farma 2023, feito pela Bnex, especializada em ciência do consumo. A empresa mapeou 22,6 milhões de transações, junto a mais de 5,6 milhões de shoppers em compras realizadas no varejo farma. O número de clientes fidelizados nas farmácias subiu 14% na comparação com 2022, sendo que o gasto mensal deste grupo cresceu, passando de R$ 106,18 para R$ 138,90.

21/03/24

Imagem: Grandes redes de farmácias anunciam expansão em 2024

O movimento de expansão deve ser um dos destaques do setor farmacêutico neste ano. Segundo informações do portal Panorama Farmacêutico, as grandes redes de farmácias continuam com seus projetos de expansão para 2024, e ainda apostarão em novas praças. Além de ampliar serviços de saúde, como exames e procedimentos menos complexos e aplicação de vacinas. Veja abaixo o que esperar das principais companhias:

19/01/24

Imagem: Varejo farmacêutico tem crescimento próximo a 10% em 2023; tendência pode se repetir em 2024

Em 2023, o varejo farmacêutico não atingiu o crescimento esperado, segundo a Federação Brasileira das Redes Associativas e Independentes de Farmácias (Febrafar), no período o segmento teve alta de aproximadamente 10%. "Esta análise concentra-se no mercado farmacêutico em geral. Contudo, na Febrafar, observamos um crescimento 40% acima da média do mercado, evidenciando uma performance sólida mesmo diante dos desafios", comenta Edison Tamascia, presidente da Febrafar, em artigo publicado no site da entidade.

19/01/24

Imagem: Vendas de genéricos cresce 5,3% entre janeiro e novembro de 2023

A venda de genéricos nas farmácias cresceu 5,3% entre os meses de janeiro e novembro de 2023, se comparado com o mesmo período de 2022, totalizando em 1,8 bilhão de medicamentos comercializados. A categoria foi a que impulsionou o desempenho do varejo farmacêutico no ano passado, onde registrou estagnação na comercialização de unidades gerais de medicamentos com 4,9 bilhões em 11 meses. Nas grandes redes de farmácias, o faturamento com os medicamentos genéricos alcançou R$ 9,86 bilhões e representou uma evolução de 16,1%, se comparado a 2022. A receita geral teve incremento de 12,7%.

03/01/24

Imagem: Farmácia SempreFort prevê inaugurar 8 unidades

O Grupo Pereira, que atua nos setores de supermercado, cash & carry, varejo farmacêutico e atacado distribuidor, pretende inaugurar quatro unidades da Farmácia SempreFort até dezembro. A empresa está no ramo do varejo farmacêutico desde 2019, quando iniciou a expansão da bandeira como uma extensão do Fort Atacadista, em Santa Catarina. Hoje, as Farmácias SempreFort já ocupam lojas do Supermercado Comper e estão presentes nos estados de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Ao todo, são 18 unidades em operação.

19/10/23

Imagem: Farmácias Vendem 4,79 Bilhões de Unidades

O varejo farmacêutico brasileiro totalizou 4,79 bilhões de unidades comercializadas nos últimos 12 meses, até maio de 2021, contra 4,56 bilhões no mesmo período anterior. O número representa crescimento de 5%. O levantamento da consultoria IQVIA inclui transações em redes, farmácias independentes, associativistas e canais online. Entre as indústrias farmacêuticas, a Neo Química ocupa a primeira colocação, com 399 milhões de unidades comercializadas, crescimento de 8,75%. Na sequência, aparecem a Cimed, com alta de 2,36% e 362,4 milhões de unidades vendidas, e a EMS, com 357,8 milhões de unidades avanço de 10,41%.

12/07/21

Imagem: Redes da Abrafarma Crescem 9,7% no 1º Semestre

As redes afiliadas à Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) faturaram R$ 25,5 bilhões no primeiro semestre, crescimento de 9,7% na comparação anual. As vendas de medicamentos isentos de prescrição (MIPs) registraram variação positiva de 19%, totalizando R$ 4,3 bilhões. Os não medicamentos (itens de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos) cresceram 11,5% e representaram 32% das vendas. Já a venda geral de medicamentos chegou a R$ 17,3 bilhões, um incremento de 8,8%. No período, cerca de 1,2 bilhão de unidades foram comercializadas. O número de lojas apresentou alta de 5,8%, para 7.783 pontos de venda.

04/09/19