Pular para o conteúdo
Imagem: Receita da indústria de alimentos alcança R$ 1,161 trilhão em 2023

Em 2023, a receita da indústria brasileira de alimentos e bebidas registrou R$ 1,161 trilhão, somando exportações e vendas para o mercado doméstico. O setor teve aumento de 7,2% no faturamento e de 5,1% na produção, em relação a 2022. Esses são dados da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), que revela ainda que as vendas reais totais - mercado interno e exportações - apresentaram expansão de 3,4% em 2023. O aumento do faturamento da indústria se dá pelo crescimento das exportações, que expandiram 5,2% em valor, alcançando o nível recorde de US$ 62 bilhões.

23/02/24

Imagem: M. Dias Branco tem alta de 9% em vendas

A M. Dias Branco, fabricante de massas e biscoitos, encerrou o segundo trimestre com volume de vendas de 454 milhões de toneladas, avanço de 9% em relação ao mesmo período de 2022 e 13% em relação ao primeiro trimestre deste ano. Já a receita operacional líquida cresceu 14,1% no comparativo anual, para R$ 2,85 bilhões, impulsionada pelo aumento de 5% do preço médio dos produtos. No entanto, a fabricante teve queda de 6,7% em lucro líquido, para R$ 217,9 milhões. Segundo a M. Dias Branco, o resultado reflete um salto de 70,7% nas despesas financeiras em relação ao segundo trimestre de 2022, chegando a R$ 168 milhões.

14/08/23

Imagem: Marfrig tem lucro de R$ 62,6 milhões no 1º trimestre

A empresa brasileira de alimentos Marfrig fechou o primeiro trimestre do ano com um lucro líquido de R$ 62,6 milhões, revertendo um prejuízo de R$ 634 milhões no mesmo período do ano passado. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) cresceu 94,8%, para R$ 2,7 bilhões, na comparação anual.

16/05/24

Imagem: Shein quer dobrar receita até 2025

A Shein, companhia chinesa de moda online, prevê que sua receita mais do que dobre até 2025, para US$ 60 bilhões. No ano passado, a soma foi de US$ 22,7 bilhões. A varejista também projeta que o valor total das mercadorias vendidas em sua plataforma aumentará para US$ 80,6 bilhões em 2025, crescimento de 174% sobre o ano passado. Para atingir as metas, a Shein planeja converter novos clientes, além de fidelizar seus usuários. Em 2022, cerca de 60% de seus 142 milhões de clientes compraram na plataforma pela primeira vez.

22/02/23

Imagem: Gtex quer atingir receita superior a R$ 2 bi até 2024

Prestes a comemorar 50 anos de história, a GTEX, empresa de Higiene e Limpeza, possui portfólio de marcas e presença regional com os produtos Urca, Baby Soft, UFE, Ruth Care, Amazon, Hiper Clean, entre outras. Em 2019, a empresa fechou com um faturamento bruto de R$ 650 milhões. Em 2022, a empresa registrou receita bruta de R$ 1,2 bilhão, contra R$ 780 milhões alcançados em 2021. Boa parte desse crescimento veio de novas aquisições, ampliando a presença da companhia em todo o Brasil. A meta traçada pela CEO do grupo GTEX. Talita Santos, é atingir uma receita bruta superior a R$ 2 bilhões até 2024.

06/01/23

Imagem: Via eleva faturamento de lojas físicas

A Via, dona das redes Casas Bahia e Ponto, cresceu 7,6% no faturamento de suas lojas físicas no terceiro trimestre deste ano, para R$ 5,6 bilhões. Segundo a varejista, o resultado reflete a melhoria no fluxo das lojas e maior conversão. No período, a companhia inaugurou 16 unidades da Casas Bahia, sendo 60% em novas praças. Outras 18 operações foram encerradas, por apresentarem performance abaixo do esperado. Com isso, a Via fechou o trimestre com 1.121 lojas.

11/11/22