Pular para o conteúdo
Imagem: Farmácias de Varejistas Alimentares Perdem Participação no Mercado

Nos últimos 12 meses até agosto de 2021, as bandeiras farmacêuticas pertencentes a empresas que atuam no varejo alimentar faturaram R$ 1,6 bilhão, segundo dados da Close-Up International Brasil, obtidos com exclusividade pelo Jornal Giro News. Em vendas, as farmácias de supermercadistas representam 1,07% do total do mercado farmacêutico. Desde agosto do ano passado, foram comercializadas 66 milhões de unidades, com uma participação de 0,96% em volume. No entanto, os números representam quedas de 10,31% em faturamento e 15,97% em unidades, na comparação com o período anterior.

03/11/21

Imagem: Setor farmacêutico mantém ritmo de crescimento

De acordo com o Índice Antecedente de Vendas (IAV/IDV), o setor de artigos farmacêuticos, medicamentos e perfumaria registrou um crescimento de 18% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período em 2022. De acordo com uma pesquisa realizada pela IQVIA para o setor farmacêutico, a expectativa é de que o setor cresça até 10,5% em 2023. Os resultados já alcançados no primeiro trimestre e em abril deste ano confirmam essa previsão e mantêm a expectativa de expansão de dois dígitos nos próximos meses.

07/06/23

Imagem: Varejo Farmacêutico Acumula R$ 143,5 Bilhões

Nos últimos 12 meses até junho, o setor farmacêutico acumulou faturamento de R$ 143,5 bilhões - valor recorde que reflete a venda de 6,7 bilhões de unidades. O número representa crescimento de 14% em relação ao período anterior e de 24% em dois anos, de acordo com dados da IQVIA. As redes associadas à Febrafar cresceram 23,3% em vendas, enquanto as redes da Abrafarma tiveram avanço de 13,3%. No mesmo período, as vendas de distribuidoras de medicamentos para o varejo totalizaram R$ 50,6 bilhões, crescimento de 6% em relação ao ano passado.

26/08/21

Imagem: Farmácias Vendem 4,79 Bilhões de Unidades

O varejo farmacêutico brasileiro totalizou 4,79 bilhões de unidades comercializadas nos últimos 12 meses, até maio de 2021, contra 4,56 bilhões no mesmo período anterior. O número representa crescimento de 5%. O levantamento da consultoria IQVIA inclui transações em redes, farmácias independentes, associativistas e canais online. Entre as indústrias farmacêuticas, a Neo Química ocupa a primeira colocação, com 399 milhões de unidades comercializadas, crescimento de 8,75%. Na sequência, aparecem a Cimed, com alta de 2,36% e 362,4 milhões de unidades vendidas, e a EMS, com 357,8 milhões de unidades avanço de 10,41%.

12/07/21

Imagem: Sanofi Avança com Remédios Sem Receita

A farmacêutica francesa Sanofi registrou crescimento nas vendas de medicamentos isentos de prescrição médica no Brasil, como analgésicos, suplementos e vitaminas, denominados MIPs. A divisão de Consumer Healthcare teve alta de 7,6% no volume de vendas em 2018 e o mercado de MIPs, por sua vez, avançou 6,8%. Os dados são da consultoria IQVIA, que aponta, ainda, o crescimento de dois dígitos em valores. Segundo o levantamento, o analgésico Novalgina impulsionou os resultados da farmacêutica, com aumento de 34% nas vendas. Para este ano, a Sanofi projeta novidades para o mercado brasileiro.

18/02/19

Imagem: Febrafar: Redes Farmacêuticas Avançam 21,76%

Entre os meses de janeiro e novembro de 2017, as lojas das redes associadas a Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) - que é composta por 7.421 farmácias de 55 redes - avançaram 21,76% em comparação ao mesmo período de 2016. O varejo farmacêutico em geral cresceu 12,86% no mesmo intervalo de tempo. O levantamento foi realizado pela empresa de inteligência IQVIA. O estudo levou em conta o faturamento de 84.256 estabelecimentos em todo o País e apontou que as farmácias, juntas, tiveram um rendimento de R$ 98.259.55.239,00 no período, sendo que, em 2016, o valor foi de R$ 87.061.179.435,00.

22/02/18