Pular para o conteúdo
Imagem: Cade aprova aquisição da CJ Selecta pela Bunge Alimentos

Foi aprovada, sem restrições, pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a aquisição da CJ Selecta pela Bunge Alimentos. Segundo a Bunge, a operação tem como objetivo melhorar sua capacidade de competir globalmente com outras empresas do setor de agronegócio.

10/06/24

Imagem: Zamp adquire operação do Starbucks no Brasil

A franqueadora master das redes de fast food Burger King e Popeyes no Brasil comprou a operação brasileira das cafeterias Starbucks. O montante acordado foi de R$ 120 milhões e, segundo a Zamp, o valor ainda está sujeito a ajustes.

06/06/24

Imagem: Cade aprova reestruturação acionária da Americanas

A Superintendência-Geral do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou, sem restrições, operações realizadas no âmbito da recuperação judicial da Americanas. O plano consiste na aquisição de participação minoritária por bancos e compra de controle da companhia pelos acionistas de referência.

09/07/24

Imagem: Cade aprova aquisição da Top Cau pela Marilan

Foi aprovada pela Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (SG/Cade) a aquisição da Top Cau, fabricante de chocolates, pela Marilan Alimentos. Se a operação não for questionada em 15 dias, ela será considerada definitivamente aprovada.

03/05/24

Imagem: iFood encerra contratos de exclusividade com redes que têm mais de 30 lojas

No próximo sábado (30), começa a valer o acordo firmado entre o iFood e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em fevereiro deste ano, para limitar as práticas de exclusividade com restaurantes. O combinado estabeleceu que, até 30 de setembro, o iFood deve encerrar os primeiros contratos de exclusividade com redes que têm mais de 30 lojas. A medida visa promover a concorrência no mercado, permitindo que os restaurantes parceiros do iFood tenham maior flexibilidade para utilizar outras plataformas de entrega de alimentos.

28/09/23

Imagem: Cade aprova compra de lojas do Makro pelo Savegnago

A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (SG/Cade) aprovou a venda de ativos do Makro Atacadista para o Grupo Savegnago. Caso não haja questionamentos de concorrentes ou conselheiros nos próximos 15 dias, a aprovação será considerada definitiva. A operação é referente a três pontos comerciais de autosserviço e um posto de combustível que ficam no interior de São Paulo, nas cidades de Campinas, Franca e Ribeirão Preto.

02/08/23

Imagem: Transação entre Nestlé e Lactalis terá nova avaliação do Cade

A Superintendência-Geral do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) recomendou a impugnação da compra da DPA Brasil pela Lactalis, dona de marcas como Batavo e Itambé. Com isso, a aquisição será avaliada pelo Tribunal do Cade. Em comunicado, o órgão afirma que as preocupações concorrenciais "estão relacionadas aos prováveis efeitos horizontais nos mercados de refrigerados lácteos, principalmente leite fermentado, petit suisse e sobremesas lácteas". Controlada pelas multinacionais Nestlé e Fonterra, a DPA é dona de marcas como Chambinho, Molico e Chandelle.

26/07/23

Imagem: Savegnago prevê abrir PDVs comprados do Makro em 2024

O Grupo Savegnago pretende inaugurar as três lojas compradas do Makro Atacadista no primeiro semestre de 2024. A negociação, que segue em análise do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), inclui unidades em Ribeirão Preto, Franca e Campinas (SP), que passarão a operar como Paulistão Atacadista. Para adaptar as unidades ao padrão da bandeira, o Savegnago investirá em torno de R$ 20 milhões em cada uma, entre obras e reformas, totalizando R$ 60 milhões. As lojas terão de 4 a 5 mil metros quadrados de área, com 20 a 25 checkouts e mais seis self checkouts.

04/07/23