Pular para o conteúdo
Imagem: Halloween acelera vendas das PMEs online

Neste ano, a procura por produtos relacionados ao Halloween movimentou os pequenos e médios lojistas online e as fantasias foram os itens mais procurados. O segmento alcançou um total de 1,7 mil vendas, quantidade 131% superior ao mesmo período do ano passado, segundo um levantamento realizado pela Nuvemshop, plataforma para criação de lojas virtuais. No período de 1º a 24 de outubro, foram vendidos cerca de 5 mil produtos registrados com o termo "halloween", o que representa um crescimento de 29% ante 2022. Produtos relacionados aos termos "vampiro" (49%) e "bruxa" (23%) também apresentaram crescimento nas vendas.

31/10/23

Imagem: Americanas divulga balanço de 2022 e anuncia novo plano até 2025

Depois de adiar por quatro vezes a apresentação dos resultados, a Americanas divulgou o balanço de 2022 nesta semana. A varejista teve prejuízo de R$ 12,9 bilhões, o que corresponde a uma alta de 108% em relação às perdas de R$ 6,2 bilhões registradas em 2021. A receita líquida subiu 14,6% na comparação anual, para R$ 25,8 bilhões, enquanto o Ebitda - lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização - negativo foi de R$ 6,1 bilhões, uma alta de 82% sobre o Ebitda de 2021, de R$ 3,4 bilhões. Ao final de 2022, a Americanas totalizava patrimônio líquido negativo de R$ 26,7 bilhões e dívida líquida real de R$ 26,3 bilhões.

16/11/23

Imagem: Setor de marketplace cresce 3% no Brasil

Em 2022, o setor de marketplace cresceu 3% no Brasil em relação ao ano anterior, totalizando R$ 135,6 bilhões em vendas. É o que mostra um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Em 2021, foi registrado crescimento de 8%, com valor total de R$ 117,6 bilhões. O share de faturamento dessas plataformas tem aumentado constantemente, chegando a 80% em 2022. Segundo a ABComm, esse aumento pode ser explicado, em parte, pelo desenvolvimento do comércio eletrônico durante a pandemia de Covid-19, na medida em que as pessoas buscaram alternativas seguras para realizar suas compras.

18/04/23

Imagem: Latino-americanos ampliam ocasiões de compra

Apesar de perderem 25% do poder de compra nos últimos dois anos, principalmente por conta da inflação, os consumidores da América Latina fecharam 2022 em um patamar estável de aquisição de bens de consumo massivos. É o que aponta o novo relatório Consumer Insights, da Kantar. A estabilidade de volume de compras na América Latina é reflexo do crescimento ocorrido no Brasil e no México (+2,7% e +1,9%, respectivamente), enquanto os demais países tiveram retração igual ou superior a 3% em relação a 2021. No Brasil, a alta é puxada por todas as classes, mas principalmente pela DE, que cresceu 5,2% em unidades em 2022, contra 3,1% da classe AB e 1,8% da classe C.

18/04/23

Imagem: FarMelhor cresce 32% e prevê 72 aberturas

Em 2022, a FarMelhor, rede de franquias com mais de 220 unidades pelo Brasil, alcançou faturamento de R$ 550 milhões, 32% superior ao resultado de 2021. Foram 62 inaugurações em 14 estados, com destaque para São Paulo, que recebeu 23 novas lojas. A expansão representa um recorde para a rede, que prevê superar o número em 2023. "Além da previsão de inauguração de mais de 70 unidades, temos uma meta ousada de agregar mais 100 unidades e consolidar nosso e-commerce, lançado em 2022", explica Renan Reis, CEO da FarMelhor. Segundo o executivo, a rede pretende aumentar sua participação nas regiões Norte e Nordeste.

10/04/23

Imagem: Grupo Boticário cresce 31% em 2022

As vendas totais do Grupo Boticário ultrapassaram R$ 23,6 bilhões em 2022, crescimento de 31% em relação a 2021 e de 50% nos últimos dois anos. Os investimentos superaram R$ 1 bilhão. A empresa encerrou o ano com mais de 4 mil pontos de vendas físicos, entre operações próprias e da sua rede franqueada. Cerca de 700 lojas foram reformadas e receberam uma ampliação da oferta de serviços omnicanais, incluindo Clique&Retire, venda por WhatsApp e Prateleira Infinita. Segundo o Grupo Boticário, em 2022, também foi registrado um aumento da base de venda direta, além do avanço das vendas digitais.

05/04/23

Imagem: Brasil ganha 36 mil novas lojas virtuais em 2022

O número de lojas virtuais passou de 529.193 em 2021, para 565.300 em 2022, o que representa um crescimento 6,82%. Os dados são da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). As vendas registradas no e-commerce brasileiro atingiram a marca de R$ 169,6 bilhões em 2022, alta de 5%. Foram cerca de 368,7 milhões de pedidos, com ticket médio de R$ 460. Para 2023, a projeção de crescimento é de 9,5%, podendo atingir faturamento de R$ 186 bilhões ao fim do ano. O ticket médio deve chegar a R$ 470, enquanto os pedidos devem totalizar 395 milhões.

04/04/23

Imagem: Marisa pode fechar até 90 unidades

Em processo de reestruturação financeira e operacional, a Marisa deve fechar cerca de 90 lojas em três meses. Até o momento, já está encaminhado o encerramento das atividades de 20 unidades. "Ainda estamos no início da execução do plano o fechamento das lojas deficitárias. O plano é exatamente ir atacando os custos. É preciso reduzir despesas gerais, administrativas e de vendas", afirma o CEO da rede, João Nogueira Batista. O fechamento dos 90 pontos de venda deve ter custo de R$ 50 milhões e capacidade de geração de caixa positivo de R$ 70 milhões por ano em 2024.

03/04/23