Pular para o conteúdo
Imagem em destaque

Supernosso nega fim da parceria com o Carrefour

Acordo Até 2026

Após informações de mercado indicarem que o Grupo Carrefour Brasil não dará continuidade à locação de imóveis junto ao Supernosso, o varejista mineiro informou ao Jornal Giro News quea parceria com o Carrefour segue vigente atésetembro de 2026. Em nota, a empresa ressalta que "não reconhece a possibilidade da parceria entre o Supernosso e o Carrefour ser finalizada devido a desentendimentos entre o proprietário dos imóveis onde estão localizadas as lojas e o Carrefour". Confira, na íntegra, o posicionamento do grupo:

"O Grupo Supernosso, sob a liderança de seu presidente, Euler Fuad Nejm, comunica que a parceria com o Carrefour segue vigente. E assim seguirá até o seu término, em setembro de 2026. O grupo ressalta que não conhece razões para o Carrefour e Supernosso virem, porventura, a finalizar esta parceria antes do prazo. Da mesma forma, não reconhece a possibilidade da parceria entre Supernosso e o Carrefour ser finalizada devido a desentendimentos entre o proprietário dos imóveis onde estão localizadas as lojas e o Carrefour."

Outro Lado da Moeda
Conforme anunciado nesta semana, 14 lojas que operam comoSupernosso deverão passar por mudançase, em setembro deste ano, serão transformadas em Epa Premium, bandeira do Grupo DMA -que é proprietário dos imóveis. As informações ainda dão conta de que, nessa movimentação, o Carrefour devolveria as unidades até o fim de agosto e o contrato de locação se encerraria, já que o grupo não teria interesse em renová-lo.

Em outubro de 2023, o Carrefour informou que iria devolver os 16 imóveis alugados em Belo Horizonte (MG), e operados pelo Supernosso, após uma parceria firmada em 2019. A devolução foi
aprovada sem restrições pela Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)."Informamos que as lojas de supermercado em questão já não operavam sob nenhuma bandeira do Grupo Carrefour Brasil e que, cumpridas determinadas condições, daremos andamento à devolução dessas unidades para o proprietário dos imóveis", destacou a companhia.

08/02/2024

Compartilhar

Notícias em destaque