Pular para o conteúdo
Imagem: Americanas perde parceria para lojas de conveniência

A Vibra Energia anuncia o fim da joint venture formada com a Americanas. As empresas têm sociedade na Vem Conveniência, com 50% de participação cada. O negócio conta com cerca de 1,3 mil lojas de conveniência pelo país com as bandeiras Local (marca da Americanas) e BR Mania (marca da Vibra). Em fato relevante divulgado ao mercado, a Vibra Energia afirmou que a decisão tem efeito imediato e que já iniciou os trâmites necessários para desfazer a parceria. "O procedimento [...] busca, em resumo, o retorno dos negócios (Local e BR Mania) para os respectivos sócios originais, com a previsão de que a empresa Vem Conveniência seguirá com a companhia."

24/01/23

Imagem: Americanas Quer Local no Pequeno Varejo

A expansão do formato de conveniência da Americanas, que era um dos focos em 2019, foi perdendo força nos últimos dois anos. Em 2021, a bandeira "Local Americanas" manteve seu número de lojas em 53 e, agora, deve retomar as aberturas, após o início da operação da VEM Conveniência - joint venture formada com a Vibra Energia. Criado em 2018, o modelo Local atua nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro e, no primeiro trimestre deste ano, ganhou duas novas unidades. Segundo a varejista, o mix da bandeira é focado em produtos para o dia a dia. Em 2019, eram comercializados cerca de 3 mil itens, sendo 80% de alimentos e bebidas e 20% de outras categorias.

13/06/22

Imagem: Vibra encerra parceria com a Americanas

A Vibra, empresa de distribuição de combustíveis e de lubrificantes, encerrou a parceria com a Americanas para o negócio de conveniência. A cisão do acordo prevê o retorno da BR Mania para a Vibra e a criação de uma nova empresa, que atuará de forma independente e seguirá com o nome "Vem Conveniência", sendo 100% controlada pela distribuidora de combustíveis. O encerramento da operação prevê o retorno dos negócios de lojas de pequeno varejo para as acionistas originárias e, com isso, as lojas "Local" voltam para a Americanas. A Vibra fará um pagamento de R$ 192 milhões à varejista.

24/08/23