Pular para o conteúdo
Imagem: Indústria de Alimentos Cresce 0,8%, Aponta Abia

A indústria brasileira de alimentos e bebidas registrou crescimento de 0,8% em faturamento e 2,7% em produção física no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), que atribui o aumento à expansão das exportações e ao desempenho do varejo alimentar no mercado interno - puxado pelo aumento do consumo das famílias dentro dos domicílios. Os setores que se destacaram em volume de produção foram: açúcar (+22,6%), óleos vegetais (+3,9%) e carnes (+1,9%). No primeiro semestre, as exportações de alimentos totalizaram US$ 17,6 bilhões.

13/08/20

Imagem: Varejo Farmacêutico Fatura R$ 27,45 Bilhões

As 26 redes afiliadas à Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) movimentaram R$ 27,45 bilhões no primeiro semestre de 2020, aumento de 7,74% em relação ao mesmo período do ano passado. No entanto, o crescimento é inferior aos +9,78% registrados entre janeiro e junho de 2019. No período, as vendas gerais de medicamentos totalizaram R$ 18,87 bilhões, incremento de 9,08%, e as categorias que puxaram o resultado foram os medicamentos isentos de prescrição médica (MIPs) e os genéricos. Já os não medicamentos geraram uma receita de R$ 8,58 bilhões (+4,91%).

10/08/20

Imagem: Setor Totaliza 132 Milhões de Compras no Semestre

No primeiro semestre deste ano, foram realizadas 132,6 milhões de compras online, aumento de 73,4% em relação ao mesmo período de 2019. O faturamento do varejo digital atingiu R$ 53,4 bilhões, valor 66,1% maior na comparação anual. Os dados são de um levantamento da Neotrust, que faz parte do Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce. Segundo a pesquisa, o crescimento foi impulsionado pelo isolamento social, devido à pandemia. No semestre, 29,5 milhões de pessoas fizeram pelo menos uma compra online - no ano passado, o índice registrou 19,7 milhões.

05/08/20

Imagem: Redes da Abrafarma Crescem 9,7% no 1º Semestre

As redes afiliadas à Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) faturaram R$ 25,5 bilhões no primeiro semestre, crescimento de 9,7% na comparação anual. As vendas de medicamentos isentos de prescrição (MIPs) registraram variação positiva de 19%, totalizando R$ 4,3 bilhões. Os não medicamentos (itens de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos) cresceram 11,5% e representaram 32% das vendas. Já a venda geral de medicamentos chegou a R$ 17,3 bilhões, um incremento de 8,8%. No período, cerca de 1,2 bilhão de unidades foram comercializadas. O número de lojas apresentou alta de 5,8%, para 7.783 pontos de venda.

04/09/19