Pular para o conteúdo
Imagem: Apas Show 2024 gera R$ 15,3 bilhões em negócios

A feira supermercadista contou com mais de 140 mil visitantes, com crescimento de 3% em relação ao ano anterior. Foram 850 expositores distribuídos em seis pavilhões, em um espaço de 80 mil m².

22/05/24

Imagem: Consumidor busca até 3 lojas para economizar

Um estudo apresentado pela Associação Paulista de Supermercados (Apas) nesta terça-feira (14) revelou que 73% dos brasileiros frequentam mais de um supermercado para fazer as suas compras, sendo 43% indo a duas unidades e 23% indo a três unidades. Isso porque os consumidores buscam economizar mais. A classe A tem uma média de gastos de R$ 2.741,87, enquanto a classe B gasta R$ 1.097,08 e a CD desembolsa mensalmente R$ 686,44.

15/05/24

Imagem: Apas Show 2024 deve movimentar R$ 14 bilhões em negócios

Entre os dias 13 e 16 de maio, acontecerá a Apas Show 2024. O evento, organizado pela Associação Paulista de Supermercados (Apas), traz para a edição deste ano mais 850 expositores - sendo 200 internacionais -, e a perspectiva de ultrapassar a marca de R$ 14 bilhões em negócios gerados. Para 2024, a Apas firmou parceria com a agência de publicidade WMcCANN World Group, que resultou em uma releitura da marca Apas Show, com novo conceito e identidade visual, além de trazer como tema para o congresso de gestão "Update-se - O mercado do futuro mais próximo de hoje". Segundo a organização, o intuito é apresentar insights sobre as tendências e perspectivas do setor.

09/04/24

Imagem: Carnes bovinas puxam deflação nos supermercados

As carnes bovinas tiveram uma deflação de 0,70% nos supermercados de São Paulo em fevereiro. No acumulado dos últimos 12 meses, a queda é de 11,43%, segundo o Índice de Preços dos Supermercados, elaborado pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) em parceria com a Fipe. Os destaques com maiores reduções no mês foram: fígado (-9,43%), filé mignon (-6,40%), fraldinha (-5,44%), contrafilé (-4,82%) e picanha (-4,04%). "A redução no preço das proteínas bovina e suína contribuiu para deflação de 2,67% na categoria de produtos semielaborados nos últimos 12 meses", explica Felipe Queiroz, economista-chefe da APAS.

19/03/24

Imagem: Produtos in natura puxam alta dos alimentos em janeiro

O mês de janeiro registrou inflação de 0,74%, impulsionado pela alta dos produtos in natura e semielaborados. Já no acumulado em 12 meses, o número ficou em 1,31%, segundo o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) em parceria com a Fipe. Os produtos in natura tiveram inflação de 2,90% no primeiro mês do ano, desacelerando em relação aos três meses anteriores. O resultado do mês é fruto da diminuição do ritmo de apreciação das frutas (1,08%), legumes (4,53%), tubérculos (8,48%) e verduras (1,07%) e da deflação de 3,06% do preço dos ovos ao consumidor final.

26/02/24

Imagem: Cesta de Natal em SP tem alta de 1,2% em 2023

A cesta de Natal deve apresentar alta de 1,2% neste ano e, na comparação com os anos anteriores, será o melhor desde 2017, quando registrou deflação de 4,2%. Esses são dados de um levantamento feito pela Associação Paulista de Supermercados (APAS), que selecionou 65 produtos integrantes da cesta de Natal com base no Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado em parceria com a Fipe. Entre os índices de maior destaque da cesta de Natal estão as proteínas animais, o leite e os derivados de leite, que apresentam redução significativa de preços. A carne bovina, conforme dados acumulados até novembro, registra deflação de 11,08%.

19/12/23

Imagem: Supermercados de SP registram inflação de 0,74% em novembro

O mês de novembro registrou inflação de 0,74% nos supermercados de São Paulo, motivada pelo aumento de preços dos produtos in natura (6,84%), semielaborados (1,06%) e bebidas alcoólicas (0,44%). É o que mostra o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) em parceria com a Fipe. No sentido contrário, os produtos industrializados (-0,15%), as bebidas não alcoólicas (-0,84%), os artigos de higiene (-0,37%) e de higiene e beleza (-0,20%) registraram queda no período. O resultado do IPS de novembro apresentou aceleração em relação ao mês anterior e ao mesmo período de 2022.

18/12/23

Imagem: Supermercados de SP registram deflação pelo quarto mês consecutivo

Em setembro, o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) em parceria com a Fipe, registrou deflação de 0,85%. Esse resultado consolida a tendência de queda pelo quarto mês seguido, acumulando deflação de 1,36% no ano, sendo o segundo menor resultado dos últimos quinze anos, superado apenas por 2017. No acumulado em 12 meses, a inflação desacelerou de 1,62% em agosto para 0,72% em setembro. As categorias que registraram as principais quedas no mês foram os produtos in natura (2,74%), semielaborados (1,82%), artigos de limpeza (0,83%), produtos industrializados (0,33%) e artigos de higiene e beleza (0,24%).

18/10/23

Imagem: Preços nos supermercados têm deflação de 1%

O mês de julho registrou deflação de 1% nos supermercados de São Paulo, motivado pela redução nos preços dos produtos semielaborados (-3,6%), in natura (-2,31%) e industrializados (-0,14%). É o que mostra o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela Associação Paulista de Supermercados (Apas), em parceria com a Fipe. Já as bebidas e produtos de higiene e beleza registraram altas de 0,34% e 0,9%, respectivamente, no mês. Com o resultado de julho, a inflação acumulada no ano ficou em 0,60%, menor índice desde 2018 e segundo menor resultado desde 2007.

22/08/23